Tese de Doutoramento no RIA

A minha tese de doutoramento intitulada “A internet das coisas em contextos de educação: tecnologias, potencialidades, desafios e mudanças de paradigmas” já se encontra disponível no Repositório Institucional da Universidade de Aveiro (RIA), sendo possível aceder através do endereço: http://hdl.handle.net/10773/31443

Continuar a ler Tese de Doutoramento no RIA

Novo artigo em revista

Foi hoje publicado o mais recente volume da Medi@ções revista online da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal que tem como diretora Ana Luísa Oliveira Pires.

Este volume foi subordinado ao tema “Pensamento Computacional, Programação e Robótica na aprendizagem”, tendo o editorial ficado sob responsabilidade de João Vítor Torres e Miguel Figueiredo. No total, além do editorial, engloba seis artigos relacionados com a temática central, mais dois relacionados com desporto.

Sou o primeiro autor de um dos artigos, cuja autoria partilho com Isabel Cabrita, Maria José Loureiro e Cecília Guerra. Neste artigo intitulado “Programação tangível e a promoção do Pensamento Computacional: propostas didáticas desenvolvidas no projeto TangIn” apresentámos o projeto TangIn, no âmbito do qual foi desenvolvida uma toolbox para apoiar a programação tangível em contexto educativo e apresentámos ainda propostas didáticas para a promoção do pensamento computacional através da abordagem STEM criadas no âmbito desse projeto.

Continuar a ler Novo artigo em revista

Novo livro sobre tecnologias para a educação

Neste final de ano surgiu uma bela surpresa, a publicação, pela Editora da Universidade Federal do Maranhão, do livro eletrónico “Formação no Contexto do Pensamento Computacional, da Robótica e da Inteligência Artificial”, cuja organização ficou a cargo de João Batista Bottentuit Junior, João Manuel Nunes Piedade, Luana Priscila Wunsch e Luciano Frontino de Medeiros.

Pode ler-se na apresentação deste livro luso-brasileiro que os sete capítulos que o compõem foram escritos a partir de diferentes experiências práticas e de pesquisa dos seus autores. Estes capítulos levam-nos a um maior entendimento histórico e a uma reflexão aprofundada sobre as necessidades e possibilidades do uso das tecnologias na educação, mais especificamente da robótica como instrumento de ensino e aprender sobre os variados temas do currículo escolar, mas também sobre as oportunidades e desafios que a Inteligência Artificial trará para a educação.

Continuar a ler Novo livro sobre tecnologias para a educação

Conceptualization of hypersituation as result of IoT in Education (presentation)

With the emergence of new technologies and their use in different areas, new experiences emerge. In the context of the use of IoT in educational contexts, the potential of hypersituation has been considered by several authors as the greatest potential of these technologies for this field of study. However, despite several references to this fact, this term still lacks further conceptualization and the drawing of guidelines to achieve it. Thus, this paper aims to present an interpretation and definition of the term hypersituation indicating potentials, challenges and ways to achieve it.

Presented at 5th conference on Smart Learning Ecosystems and Regional Development (SLERD).

Here

SafeWeb: um projeto piloto em Portugal (apresentação)

SafeWeb: um projeto piloto em Portugal

Apresentação realizada no VIII Seminário Nacional Investigando Práticas de Ensino (SNIPE) e VI Seminário Internacional de Práticas Pedagógicas Inovadoras (SIPPI) (2020)

Apresenta-se o projeto piloto SafeWeb, que está a ser desenvolvido na localidade da Branca (Portugal) e que envolve as instituições PROBRANCA- Associação para o Desenvolvimento Socio-Cultural da Branca, com o apoio do BPI e da Fundação “la Caixa” e o Centro de Competência TIC da Universidade de Aveiro, como entidade avaliadora. Com este piloto, pretende-se desenvolver um guião que possa ser, posteriormente, utilizado por outras instituições para a promoção de literacia e cidadania digital, com forte enfoque no uso da Internet, de forma esclarecida e segura, por parte de crianças e jovens (dos 6 aos 15 anos de idade). Conscientes de que os encarregados de educação são parte fundamental na formação das crianças e jovens, o projeto comtempla-os, também, através de palestras direcionadas. Como resultados até ao momento, criou-se a primeira versão do guião.

Disponível aqui.

Novo Livro 2 | Framework for using tangible programming concepts to stimulate learning of STEM subjects at primary school

Haverá melhor forma de terminar a Semana Europeia do Código (CodeWeek) do que com a publicação de dois livros cuja temática central é a Programação Tangível?

Este livro (de distribuição gratuita), do qual sou coautor, surge também no seguimento do, anteriormente referido, projeto TangIn. Todavia, se os primeiros tinham uma componente de divulgação de recursos ou de um curso de formação de professores para a utilização da programação tangível, este torna público outros resultados obtidos. Nomeadamente, dos conteúdos curriculares das áreas CTEM (do 1º ao 6º ano de Portugal, Espanha, Bulgária e Letónia) que podem ser abordados com recurso a programação tangível, mas também perceções e opiniões de professores e investigadores sobre o uso deste tipo de programação em ambiente escolar.  

Excerto:

“This study presents the research that was performed over the national curriculum of Bulgaria, Latvia, Spain and Portugal and that resulted in the construction of matrixes with topics where tangible programming could be applied. The topics are grouped under three main subjects: Mathematics, Science, Engineering and Technology.

To collect field data and gather relevant information about the application of tangible programming in the classroom, a questionnaire was distributed to 157 teachers and researchers of the participating countries. Additionally, a focus group was conducted in each of these countries. The collected data shows that teachers recognize the importance of introducing programming and logical thinking concepts to 6 –to 12-year-old children but lack the skills and tools to explore these subjects. It was also noted that teachers are eager to use tangible programming resources in the classroom and that this is an approach that will motivate students into STEM-related subjects and promote inclusion.”

Continuar a ler Novo Livro 2 | Framework for using tangible programming concepts to stimulate learning of STEM subjects at primary school

Novo Livro | Teachers handbook: a guide to understanding Tangible Programming

Caros amigos, foi recentemente publicado mais um livro no âmbito do projeto TangIn do qual sou coautor. Este novo livro publicado em inglês pela editora da Universidade de Aveiro intitula-se “Teachers handbook: a guide for understanding tangible programming and the implementation of the TangIn toolbox of resources”.

Com este trabalho pretendemos apresentar uma breve descrição das potencialidades da programação tangível para os primeiros anos de escolaridade, mas também fornecer aos professores um conjunto de recursos para que possam utilizar este tipo de programação nas suas aulas de uma forma lúdica sob uma abordagem CTEAM – Ciências, Tecnologia, Engenharia, Arte e Matemática.

Continuar a ler Novo Livro | Teachers handbook: a guide to understanding Tangible Programming

Novo artigo em ata: Open IoT technologies in the classroom – A case study on the student’s perception

Novo artigo publicado, desta nas atas da Conferência Ibérica de Sistemas e Tecnologias de Informação intitulado “Open IoT technologies in the classroom – A case study on the student’s perception”

Abstract — The Internet of Things (IoT) has been perceived by several authors as a technology with a potential impact in educational contexts, highlighting the concept of hypersituation and its didactic potential. This paper presents the main results relating the student’s perception about an IoT based learning environment supported on an IoT device and a set of didactic guides. The IoT device was developed with low cost and open technology. Complementarily to the device development, a visual guidebook was created to facilitate the device construction by teachers and students, even if they do not have prior knowledge about the use of IoT technologies. Along with the device assembly guide, interdisciplinary didactic guides were also developed to be used in learning tasks. The results obtained demonstrate that teens involved in the study expressed a desire to continue to use the device in their classes and that it was a stimulating and facilitating factor for learning.

O Artigo pode ser consultado em: https://ieeexplore.ieee.org/abstract/document/9141106

Referência completa:

Moreira, F. T., Vairinhos, M., & Ramos, F. (2020). Open IoT technologies in the classroom – A case study on the student’s perception. Iberian Conference on Information Systems and Technologies, CISTI, 2020June. https://doi.org/10.23919/CISTI49556.2020.9141106

Novo capítulo: Conceptualization of Hypersituation as Result of IoT in Education

Foi recentemente publicado o livro “Ludic, Co-design and Tools Supporting Smart Learning Ecosystems and Smart Education” editado por Óscar Mealha, Matthias Rehm e Traian Rebedea, o qual tem um capítulo meu em coautoria com os Professores Mário Vairinhos e Fernando Ramos intitulado “Conceptualization of Hypersituation as Result of IoT in Education”.

Este capítulo surge no seguimento do projeto PAprICa – Potenciar Aprendizagens com a Internet das Coisas onde se explorou o potencial das tecnologias de Internet das Coisas em contextos educativos, assim como formas de as utilizar como recurso didático.

Decorrente do uso de tecnologias de Internet das Coisas em contextos educativos, diversos autores têm indicado a “Hipersituação” como o seu principal potencial. No entanto, na literatura de especialidade este conceito ainda não estava explorado e conceptualmente definido, facto que motivou este capítulo. Decorrente da “Hipersituação” podem ocorrer “Experiências Hipersituadas” algo que é, ainda que sucintamente, descrito neste artigo onde também se indica potencialidades, desafios, e formas de o alcançar situações hipersituadas.

Boas leituras!

Citação completa do capítulo:

Moreira F.T., Vairinhos M., Ramos F. (2021) Conceptualization of Hypersituation as Result of IoT in Education. In: Mealha Ó., Rehm M., Rebedea T. (eds) Ludic, Co-design and Tools Supporting Smart Learning Ecosystems and Smart Education. Smart Innovation, Systems and Technologies, vol 197. Springer, Singapore. https://doi.org/10.1007/978-981-15-7383-5_6