O PIC.TIC está de volta

Imagem do evento

O PIC.TIC organizado pelo Ccticua está de volta num novo formato -> as PIC.TIC Talks!

As PIC.TIC Talks terão lugar no dia 23 de julho 2021, entre as 14h30 e as 17h30, no Auditório da Livraria da Universidade de Aveiro (limitado a 25 pessoas), e em streaming, constituindo-se como Ação de Curta Duração de 3h, relevante para efeitos de progressão na carreira.

Mais informações em: https://www.ua.pt/pt/cctic/page/14333?fbclid=IwAR0NaFjpxK7qtpY2zJQG7fJ5cOdJMQoUlF2UWa2xChAxRVZwwlPaNJ5UhnI

Novo livro sobre tecnologias para a educação

Neste final de ano surgiu uma bela surpresa, a publicação, pela Editora da Universidade Federal do Maranhão, do livro eletrónico “Formação no Contexto do Pensamento Computacional, da Robótica e da Inteligência Artificial”, cuja organização ficou a cargo de João Batista Bottentuit Junior, João Manuel Nunes Piedade, Luana Priscila Wunsch e Luciano Frontino de Medeiros.

Pode ler-se na apresentação deste livro luso-brasileiro que os sete capítulos que o compõem foram escritos a partir de diferentes experiências práticas e de pesquisa dos seus autores. Estes capítulos levam-nos a um maior entendimento histórico e a uma reflexão aprofundada sobre as necessidades e possibilidades do uso das tecnologias na educação, mais especificamente da robótica como instrumento de ensino e aprender sobre os variados temas do currículo escolar, mas também sobre as oportunidades e desafios que a Inteligência Artificial trará para a educação.

Continuar a ler Novo livro sobre tecnologias para a educação

Participação no SNIPE/SIPPI

Nos próximos dias 24 e 25 vou participar no VIII Seminário Nacional Investigando Práticas de Ensino (SNIPE)/VI Seminário Internacional de Práticas Pedagógicas Inovadoras (SIPPI) organizados pelo Sistema Positivo de Ensino (SPE) – https://seminariosnipe.com.br/.

Este ano estarei presente com uma apresentação de um artigo curto intitulado SAFEWEB: um Projeto Piloto em Portugal.

Continuar a ler Participação no SNIPE/SIPPI

Novo capítulo: Conceptualization of Hypersituation as Result of IoT in Education

Foi recentemente publicado o livro “Ludic, Co-design and Tools Supporting Smart Learning Ecosystems and Smart Education” editado por Óscar Mealha, Matthias Rehm e Traian Rebedea, o qual tem um capítulo meu em coautoria com os Professores Mário Vairinhos e Fernando Ramos intitulado “Conceptualization of Hypersituation as Result of IoT in Education”.

Este capítulo surge no seguimento do projeto PAprICa – Potenciar Aprendizagens com a Internet das Coisas onde se explorou o potencial das tecnologias de Internet das Coisas em contextos educativos, assim como formas de as utilizar como recurso didático.

Decorrente do uso de tecnologias de Internet das Coisas em contextos educativos, diversos autores têm indicado a “Hipersituação” como o seu principal potencial. No entanto, na literatura de especialidade este conceito ainda não estava explorado e conceptualmente definido, facto que motivou este capítulo. Decorrente da “Hipersituação” podem ocorrer “Experiências Hipersituadas” algo que é, ainda que sucintamente, descrito neste artigo onde também se indica potencialidades, desafios, e formas de o alcançar situações hipersituadas.

Boas leituras!

Citação completa do capítulo:

Moreira F.T., Vairinhos M., Ramos F. (2021) Conceptualization of Hypersituation as Result of IoT in Education. In: Mealha Ó., Rehm M., Rebedea T. (eds) Ludic, Co-design and Tools Supporting Smart Learning Ecosystems and Smart Education. Smart Innovation, Systems and Technologies, vol 197. Springer, Singapore. https://doi.org/10.1007/978-981-15-7383-5_6

Uma boa surpresa com o robô Ozobot Evo

(Este texto foi publicado originalmente no blogue do Centro da Criança em dezembro de 2019. Está disponível em: https://www.centrodacrianca.pt/post/robo-ozobot-evo)

Quem se move nas lides da iniciação à programação e robótica nos primeiros anos de escolaridade, certamente já se cruzou em algum momento, com os robôs Ozobot, fabricados pela norte-americana Evollve. Se está a entrar no mundo da iniciação à programação, então este artigo é para si.

A característica que rapidamente sobressai é o tamanho do corpo do robô. O seu diâmetro é pouco maior do que uma moeda de dois euros. No entanto, não se deixem enganar pelas reduzidas dimensões. O tamanho é compensado em horas de diversão.

Continuar a ler Uma boa surpresa com o robô Ozobot Evo